Santa Casa de Misericórdia de Anápolis completa 75 anos de funcionamento

São 75 anos de dedicação, abnegação, lutas e superação. Foi através do trabalho e da dedicação das Irmãs Franciscanas de Allegany, e dos Frades Franciscanos da Província do Santíssimo Nome de Jesus no Brasil, com o propósito de assistir as pessoas em estado de vulnerabilidade econômica e social, acolhendo-as, além de oferecer sopa para matar a fome, que nasceu a Santa Casa de Misericórdia de Anápolis.

Idealizada, inicialmente, para atender as necessidades dos pobres e menos favorecidos, e graças os esforços as Irmãs Franciscanas de Allegany e dos Frades Franciscanos, nascia, incialmente, o Hospital Menino Jesus, que se tornou para a comunidade Anapolina um grande bem. O hospital, com o passar do tempo, foi ampliando e diversificando sua capacidade de atendimento, à medida que mais pessoas procuravam a instituição, pois, na maioria das vezes, era só ali que os pobres tinham acesso à tratamentos de saúde. Era a semente da Santa Casa que se vê hoje.

Com o tempo, surgiram novas demandas e diversos avanços na assistência, modernização do parque tecnológico, implantação da área de ensino e a na ampliação da área física, que hoje conta com mais de 9 mil metros quadrados dedicados a acolher o paciente de Anápolis e região.

A cada ano houve um aumento significativo nas estruturas da unidade hospitalar e, com ajuda de muitos setores da sociedade, o hospital cresceu, aumentou sua estrutura e tornou-se um grande bem para a população.

Foto da Santa Casa de Misericórdia
Hospital Menino Jesus, embrião da Santa Casa de Misericórdia de Anápolis, que completa hoje 75 anos (Foto: Reprodução).

Hospital Menino Jesus, embrião da Santa Casa de Misericórdia de Anápolis, que completa hoje 75 anos (Foto: Reprodução).

Atualmente, a Santa Casa de Misericórdia atende anualmente mais 500 mil pessoas advindas de Anápolis e mais de 50 cidades da macrorregião Centro-Norte do estado, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS) e diversos convênios com planos de saúde.

Hoje, a Santa Casa tem capacidade para atender cerca de 300 pacientes por dia, nas especialidades de Obstetrícia, Oncologia, Ortopedia, Clínica Médica e Cirurgia Geral, aceitando SUS (oncologia e obstetrícia) e Convênios e Particular (todas as especialidades acima). Uma referência regional amparada por UTIs e equipamentos novos de diagnóstico laboratorial e por imagem, como raios-x, ressonância magnética e tomografia.

Segundo a direção da entidade, embora haja esse expressivo atendimento e a prestação de um grande serviço à sociedade, a falta de continuidade das ações públicas, notadamente na área da saúde, atinge diretamente as instituições filantrópicas que, na condição de parceiras do setor público, tornam-se vulneráveis do ponto de vista econômico-financeiro.

Contudo, durante todas essas décadas, a instituição acolheu aqueles que precisavam reestabelecer a saúde, seja por alguma doença, seja por um acidente ou mesmo gestantes que precisavam dar à luz com conforto e segurança, em especial aquelas cuja gestação era de risco.

São 75 anos de experiência acumulada, se adaptando às mudanças econômicas, sociais e legislativas, assim como ao progresso da medicina em seus métodos, equipamentos e descobertas, cumprindo um importante papel, senão fundamental, para mais de 100 municípios goianos.

São poucas as instituições que conseguem alcançar essa longevidade, principalmente com o prestígio que a Santa Casa de Anápolis conquistou ao longo das décadas. É por isso que não se pode falar em Saúde em Anápolis, e em Goiás, sem mencionar a instituição como um dos pilares na prestação desse serviço.

Com uma administração totalmente reestruturada, com ajustes fiscais e otimização de recursos, assim como a busca deles junto ao governo e à sociedade, este hospital tem alcançado a excelência naquilo que se dispõe a fazer com muita paixão e profissionalismo. Exemplo disso é a inauguração das novas instalações do Pronto Socorro.

Trata-se de uma unidade com capacidade para atender cerca de 300 pacientes por dia, nas especialidades de Obstetrícia, Oncologia, Ortopedia, Clínica Médica e Cirurgia Geral, aceitando SUS (oncologia e obstetrícia) e Convênios e Particular (todas as especialidades acima). Uma referência regional amparada por UTIs e equipamentos novos de diagnóstico laboratorial e por imagem, como raios-x, ressonância magnética e tomografia.

É por isso que, neste novo Jubileu, a Santa Casa de Anápolis dá um novo significado ao atendimento regional de urgência e emergência. E, quem ganha, mais uma vez, é a população de Goiás. A apresentação ao público está marcada para o dia 8 de dezembro às 9h e você é nosso convidado especial.

COMPARTILHE EM SUAS REDES SOCIAIS

Publicado no dia 3 de outubro de 2021

LEIA MAIS NOTÍCIAS

A Santa Casa de Anápolis dá mais um passo na assistência à saúde do povo goiano

No dia 16/09, inaugura seu novo centro ambulatorial, totalmente dedicado aos pacientes da rede SUS. A unidade fu...

Benção Construção Radioterapia Santa Casa de Anápolis

Ontem 11 de agosto, foi dia de Santa Clara, foi o dia escolhido para dar a benção de início das...

Centro Médico inicia campanha de Conscientização em parceria com Hospital Oftalmológico de Anápolis

Agora com o serviço de oftalmologia do Centro Médico da Santa Casa completamente reestruturado, em parceria com ...
Doe

Atenção!

Até 30 de dezembro de 2022, você pode destinar 6% do IR devido para os projetos da Santa Casa de Anápolis.

A oportunidade existe tanto para os casos de IR a pagar como IR a restituir, e você declarará a sua doações apenas em 2023.

Para mais informações, entre em contato com a nossa equipe por meio do formulário abaixo:

Contamos com seu apoio!

Utilizamos cookies para melhorar sua experiência em nosso site, ao continuar navegando, você concorda com nosso uso de cookies. Saiba Mais.